sexta-feira, 7 de julho de 2017

Sexo oral e relações sem camisinha disseminam supergonorreia, diz OMS


A entidade alerta que se alguém contrai a doença, agora ela é muito mais difícil de tratar – e, em alguns casos, impossível

BAHIA.BA
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O sexo oral sem camisinha é um das causas para a propagação de uma perigosa forma de gonorreia, segundo divulgado nesta sexta-feira (7) pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
A entidade alerta que, se alguém contrai a doença, agora ela é muito mais difícil de tratar – e, em alguns casos, impossível. Isso porque a infecção sexualmente transmitida (IST) está desenvolveu resistência a antibióticos.
A gonorreia pode infectar os genitais, o reto e a garganta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário