sexta-feira, 7 de julho de 2017

Geddel deu dica para dono da JBS grampear Temer


Ex-ministro da Secretaria de Governo está preso desde a última segunda-feira (3), em Brasília

BAHIA.BA
Foto: Marcelo Camargo /Agencia Brasil
Foto: Marcelo Camargo /Agencia Brasil

O ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), que está preso desde a última segunda-feira (3), deu uma dica para o dono da JBS, Joesley Batista, grampear o presidente Michel Temer. A informação é do site UOL.
De acordo com a publicação, o peemedebista baiano falou para o empresário sobre uma sala “antigrampo” preparada no Palácio do Jaburu pelo chefe do Planalto. De acordo com o depoimento, Geddel teria informado que Temer usava o local para “tratar de assuntos mais sensíveis”.
Depois disso, Joesley afirmou ter escolhido um gravador envolvido em uma camada de borracha e disse acreditar que o material isolante protegeria o aparelho dos bloqueadores e o camuflaria do detector de metais.
Segundo a declaração, Joesley também temia que o dispositivo que usaria para grampear a conversa com o presidente, e que levava escondido no paletó, fosse percebido caso ele tivesse de passar por um detector de metais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário