sexta-feira, 21 de julho de 2017

Gravar vídeos no cinema pode virar crime


A proposta será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votada pelo plenário

BAHIA.BA
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A gravação de filmes no interior das salas de cinema pode virar crime. Segundo proposta do deputado Delegado Francischini (SD-PR), a prática pode render pena de dois a quatro anos e multa.
O texto insere no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) tipo específico para a prática conhecida como camcording. A regra atual já pune a violação de direito autoral, mas, para o parlamentar, “a previsão de tal punição configura-se genérica”.
Pela proposta, estará sujeito à mesma pena quem transmitir, distribuir, reproduzir ou comunicar ao público, por qualquer meio, inclusive pela internet, a cópia integral ou parcial da gravação.
Também será punido do mesmo modo quem entregar, transmitir ou enviar a terceiros que transmitam, distribuam ou reproduzam ao público a gravação, segundo a Agência Câmara Notícias.
A proposta será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votada pelo plenário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário