quinta-feira, 13 de julho de 2017

Estátua de 12m fica totalmente exposta em seca do São Francisco


Por causa da baixa nas águas, é possível cruzar o rio e chegar ao “Nego D’Água” a pé

BAHIA.BA
Foto: Reprodução/ TV Bahia | Montagem/ bahia.ba
Foto: Reprodução/ TV Bahia | Montagem/ bahia.ba

A estiagem que tem provocado a redução do volume das águas do Rio São Francisco na passagem pelo município de Juazeiro, no norte baiano, é também responsável pela aparição completa do “Nego D’Água”, uma escultura de 12m de altura.
Segundo moradores, em tempos de cheia, apenas o busto da estátua ficava exposto. Atualmente, é possível chegar ao monumento a pé.
Além da redução na diversidade de peixes no “Velho Chico”, a estiagem nas cabeceiras do rio, em Minas Gerais, compromete a travessia de barco entre a Bahia e Petrolina (PE).
Enquanto comandantes de embarcações utilizam de habilidade para não encalhar nos bancos de areia, após a redução de 10m para 5m na profundidade das águas, pescadores lamentam o fato de não encontrarem mais espécies como “curimatá”, “piau cascadura” e “piau cabeçudo” e se contentam em pescar apenas “pacu”.
Sobradinho – Em maio, a vazão de água da barragem de Sobradinho foi reduzido para 600m³, a menor desde 1979, ano em que foi inaugurada.
Com informações do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário