quarta-feira, 21 de abril de 2021

Luciano Hang quer que Lula preste depoimento presencialmente em Santa Catarina

 


O ex-presidente está movendo um processo contra o empresário por calúnia e difamação

Redação
BAHIA.BA 
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, entrou com um pedido na Justiça para que o ex-presidente Lula (PT) preste depoimento presencialmente na 2ª Vara Cível de Navegantes, em Santa Catarina. A petição foi realizada nesta terça-feira (20).

O petista está movendo um processo contra Hang por calúnia e difamação por supostamente patrocinar uma aeronave que sobrevoou o litoral de Navegantes e Balneário Camboriú com uma faixa que tinha escrito “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”, em dezembro de 2019.

Lula alega que as faixas extrapolam o limite da liberdade de expressão e pede R$ 10 mil de indenização.

“Atualmente, com a vacinação em andamento e melhor compreensão sobre a covid-19, se mostra possível a designação de audiência presencial para melhor solução do caso em questão, sendo certo, inclusive, que o requerente [Lula] já tomou as duas doses da vacina contra o vírus”, justifica no pedido a defesa do empresário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário