segunda-feira, 10 de julho de 2017

UTC assina acordo de leniência e pagará R$ 600 milhões


O dono da empresa, o baiano Ricardo Pessôa, está em prisão domiciliar

BAHIA.BA
Dono da UTC e delator Ricardo Pessoa / Foto divulgação
Dono da UTC e delator Ricardo Pessoa / Foto divulgação

A empreiteira UTC, do baiano Ricardo Pessôa, pagará R$ 600 milhões pelo acordo de leniência assinado com Ministério da Transparência e a Advocacia-Geral da União (AGU) nesta segunda-feira (10). Com o pagamento, a empresa ficará livre da punição de proibição de ser contratada pelo governo.
De acordo com a Folha, com a decisão, a construtora poderá recorrer ao Tribunal de Contas da União (TCU) para ter sua declaração de inidoneidade revista.
A punição, dada em março, foi resultado de um julgamento desfavorável pela formação de cartel e superfaturamento na construção da parte eletromecânica da usina nuclear de Angra 3.
Condenado a oito anos e dois meses de prisão, Pessôa cumpre prisão domiciliar como benefício por ter entregado como funcionou o esquema de pagamentos de propina a cerca de 20 políticos e servidores públicos.
Além da Petrobras, o empresário entregou esquemas similares de corrupção como nas usinas de Angra 3 e na Eletrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário