segunda-feira, 24 de julho de 2017

Por assembleia irregular, MP pede afastamento de diretoria da CBF


Foram tratados assuntos de ordem eleitoral na reunião, que não contou com a presença dos clubes – o que violaria a transparência na administração

BAHIA.BA
Foto: Divulgação/CBF
Foto: Divulgação/CBF

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) solicitou, nesta segunda-feira (24), que a cúpula da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) seja afastada por irregularidades em ma assembleia geral realizada pela entidade em 23 de março.
Segundo o UOL, depois de instaurar inquérito para investigar mudanças no estatuto do órgão, o promotor Rodrigo Terra chegou à conclusão de que foram tratados assuntos de ordem eleitoral na reunião, que não contou com a presença dos clubes – o que violaria a transparência na administração e, desta forma, afetaria o Estatuto do Torcedor.
O promotor também pediu que as deliberações do encontro fossem anuladas. Caso a Justiça inicie o processo, o presidente Marco Polo del Nero e os vice-presidentes podem ser retirados de seus cargos cautelarmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário