domingo, 9 de julho de 2017

G20: 186 são presos em novos protestos em Hamburgo


Desde o início do evento, na última quinta-feira (6), 476 soldados foram feridos. O número de protestantes lesionados não foi revelado

BAHIA.BA
Foto: Reprodução/Twitter/EBC
Foto: Reprodução/Twitter/EBC

Cento e oitenta e seis pessoas foram presas e outras 225 detidas temporariamente depois de um novo protesto contra a globalização, na madrugada deste domingo (9), em Hamburgo, que reúne as principais lideranças do G20, o grupo de países mais industrializados do mundo.
De acordo com as agências internacionais, os chefes de Estado já tinham deixado a cidade alemã no momento do confronto. A polícia usou canhões de água contra os manifestantes, que atiravam barras de ferro e pedras contra as forças de segurança.
Desde o início do evento, na última quinta-feira (6), 476 soldados foram feridos. O número de protestantes lesionados não foi revelado.
“A reputação da Alemanha é severamente afetada internacionalmente pelos eventos em Hamburgo”, declarou o ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, ao condenar a violência.
Segundo ele, um grupo de investigação formado por autoridades europeias investiga o caso e segue em busca dos suspeitos e liderar os atos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário