terça-feira, 18 de julho de 2017

Autógrafo de John Lennon para seu assassino é vendido por R$ 4,7 milhões


O disco que, na época, havia sido descoberto por um funcionário do prédio e entregue à polícia, foi usado como evidência contra Chapman

BAHIA.BA
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O autógrafo de John Lennon para seu assassino, Mark David Chapman, foi colocado à venda por R$ 4,7 milhões. A edição do álbum “Double Fantasy” do ex-beatle, que foi assinada cinco horas antes da sua morte, teve sua venda anunciada pela empresa Moments in Time, especializada em documentos históricos.
O artista morreu em dezembro de 1980, na entrada do Edifício Dakota, onde morava com a esposa Yoko Ono, em Nova Iorque. O disco que, na época, foi encontrado no jardim do edifício do cantor, havia sido descoberto por um funcionário do prédio, entregue à polícia e usado como evidência contra Chapman.
Na capa do álbum é possível ver o autógrafo do músico no pescoço de Yoko, em uma imagem em que o compositor e a esposa se beijam. A rara edição foi vendida em 1999 por 150 mil dólares.
“Estamos encantados de voltar a colocar no mercado uma peça com tanto significado histórico”, disse Bob Zafian, porta-voz da Moments in Time.
thumb

Nenhum comentário:

Postar um comentário