domingo, 2 de julho de 2017

Falhas na educação e no ensino nos levaram à ditadura do crime organizado


Resultado de imagem para crime organizado charges
Charge do Bier (Arquivo Google)
Antonio Fallavena
Infelizmente, a leitura que é feita hoje, relativamente à escola, é equivocada. Quando Leonel Brizola falava em escolas, nos anos 50 e, posteriormente, Darcy Ribeiro se associou à luta, nosso país era outro, nossa sociedade muito diferente. As décadas passaram e, embora o foco educacional continuasse a ser o mesmo, o uso e a necessidade das escolas foram mudando.
Apenas para lembrar os de minha idade ou mais e os das gerações que nos seguiram, foi a partir do final da década de 70 e nas posteriores, com maior ênfase, que a sociedade mais mudou.
TUDO MUDOU – A partir daquele momento (final dos anos 70 aos dias atuais), algumas “pequeninas coisas” sofreram alterações profundas. A droga se espalhou, atingindo da criança aos idosos; a liberdade sexual total; a gravidez infantil e adolescente, descontrolada; a desagregação familiar; a “deterioração” da educação caseira; a perda de qualidade da escola, notadamente no ensino público, expandido pelo necessário acesso de quase a totalidade das crianças e adolescentes, entre outras mudanças na sociedade.
Ora, ouso dizer que estamos, hoje e para os próximos anos, necessitando mais de prisões do que de escolas, conforme Leonel Brizola e Darcy Ribeiro previram, com impressionante exatidão.
INSEGURANÇA – Hoje, o crime organizado está dando uma surra no Estado brasileiro, fazendo vítimas e escravos a cada dia. A corrupção ampliou-se e qualificou-se, causa prejuízos incalculáveis. As instituições públicas, em sua imensa maioria, desqualificadas e prestando serviços deficientes. São várias as pontas soltas.
Já não se sabe de quem é a responsabilidade pela educação das crianças. Será da escola? – pergunto eu. E o Estado brasileiro tem moral para tal? Se a responsabilidade for da escola, a situação se agravará, dia após dia. E se for dos pais/mães? Considerando-se que a maior demanda é por escolas infantis, a situação se agravará, dia após dia, pois a verdade é que as famílias estão terceirizando a educação.
NÃO FALTA ESCOLA – Com certeza, hoje não nos faltam escolas! Não nos faltam professores! O que falta é ensino nas escolas, assim como educação nos lares. Com o devido respeito, estão equivocados os que pensam que a escola corrigirá os erros de nossa sociedade. Ela precisa oferecer ensino de qualidade às crianças brasileiras.
Bem, já quanto à educação propriamente dita, o furo é mais embaixo, muito mais embaixo. Nosso problema maior está em educar as crianças, os futuros cidadãos. E isto só será possível se “enquadrarmos” os adultos. Fico imaginando como educar uma criança que assiste pai, mãe, tios e etc., fazendo tanta coisa errada, desrespeitando vizinhos, parentes e demais da sociedade, corrompendo leis e valores, sob o olhar das próprias crianças, seus filhos, sobrinhos etc.
O exemplo é a única forma de transferência de valores. Quem não os tem repassará o quê? Simples assim. Se é que desejamos uma sociedade melhor, precisamos reformar educação e  ensino, ao mesmo tempo.
Posted in

Nenhum comentário:

Postar um comentário