quarta-feira, 21 de junho de 2017

Lula defende exoneração de procuradores da Lava Jato


Lula disse não acreditar que possa ser preso em razão da ação penal e que espera que o magistrado possa anunciar a sua inocência

BAHIA.BA
Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu nesta terça-feira (20), em entrevista à rádio Tupi AM, do Rio de Janeiro, a exoneração dos procuradores da Lava Jato que o acusam de receber propina da empreiteira OAS por meio da posse de um apartamento tríplex em Guarujá (SP).
Lula disse não acreditar que possa ser preso em razão da ação penal e que espera que o magistrado possa “definitivamente anunciar ao Brasil” a sua inocência no processo. “Eu já provei minha inocência. Agora quero que eles provem a minha culpa”, provocou.

Os advogados do petista apresentaram as alegações finais na ação penal, que já está pronta para julgamento do juiz Sergio Moro. Nela, os advogados buscam comprovar com documentos, inclusive, que Lula nunca foi proprietário do imóvel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário