quarta-feira, 21 de junho de 2017

‘Triplex era de Lula’, afirma defesa de Léo Pinheiro, da OAS


Advogados do empresário argumentam que foi por este motivo que o imóvel no Guarujá não foi vendido pela construtora

BAHIA.BA
 (Foto: Instituto Teotônio Vilela)
(Foto: Instituto Teotônio Vilela)
Os advogados do ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, afirmaram ao juiz Sérgio Moro que o apartamento triplex do Guarujá, no litoral paulista, pertencia ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As declarações constam nas alegações finais da defesa no processo que apura um suposto pagamento de propina ao petista, por meio do apartamento.
Segundo o G1, a defesa do empresário argumentou que  foi por este motivo que o imóvel no Guarujá não foi vendido pela construtora.
No documento, os advogados pedem que Léo Pinheiro receba os mesmos benefícios de uma delação premiada, apesar de ainda não ter um acordo assinado com o Ministério Público Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário