terça-feira, 13 de junho de 2017

Aécio sai em defesa da irmã e diz que ‘ela foi vítima de um plano criminoso’



Por Redação BNews | Fotos: Reprodução // Google
O senador afastado Aécio Neves (PSDB) saiu em defesa da irmã, Andrea Neves, nas redes sociais, após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar o pedido de liberdade dela. Segundo o tucano, ela não "oferece qualquer tipo de prejuízo às investigações em curso" e "jamais foi responsável por algum tipo de iniciativa ilícita". Aécio ainda apontou que a irmã é “vítima de um plano criminoso”.
“Reitero que minha irmã, Andrea Neves, não oferece qualquer tipo de prejuízo às investigações em curso. Reafirmo: ela jamais foi responsável por algum tipo de iniciativa ilícita ou que oferecesse obstrução a quaisquer procedimentos por parte da Justiça. Minha irmã é vítima de um plano criminoso montado minuciosamente por Joesley Batista para conseguir junto à PGR o benefício da impunidade penal. A defesa de Andrea já está analisando medidas cabíveis para buscar a sua soltura. Mantenho minha confiança na Justiça brasileira e tenho certeza de que a verdade prevalecerá”, escreveu.
As investigações da Procuradoria Geral da República (PGR) apontam que Aécio e Andrea teriam pedido R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, para supostamente pagar advogados de defesa do senador investigado em outros sete inquéritos no STF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário