Loading...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Ferry Maria Bethânia volta a operar e usuário relata falha em atracação


Embarcação passou por reforma e trocou dois motores.
Usuário contou que problema técnico fez condutores saírem de ré.

Do G1 BA

Ferry (Foto: Rodolfo Soares/Divulgação)Ferry (Foto: Rodolfo Marques/Divulgação)
O ferry boat Maria Bethânia voltou a operar na travessia Salvador- Itaparica nesta quarta-feira (30).  Após uma reforma, a embarcação trocou os dois motores e foi liberada depois de inspeção da Capitania dos Portos. No entanto, segundo as informações do usuário Rodolfo Marques, o ferry teve um problema técnico no final da tarde que obrigou os condutores a saírem de ré.
"Ao se aproximar de Salvador, ele reduziu bastante a velocidade e apresentou um problema técnico que obrigou os veiculos a sairem de ré, causando grande transtorno para os usuários e motoristas dos veículos", relatou o usuário.
De acordo com as informações da Agerba, que administra o sistema, a embarcação veio da reforma com a bomba de assepsia invertida. Segundo o órgão, o ferry teve de atracar de ré na viagem relatada pelo usuário, mas logo em seguida a bomba foi retirada e colocada na posição correta, possibilitando a atracação normal nos terminais.
O ferry Maria Bethânia se juntou aos outros três ferries, Pinheiro, que voltou a operar na terça-feira (29), Anna Nery e Rio Paraguaçu, que já estavam em operação. De acordo com a Agerba, as embarcações estão se revezando em viagens com intervalos de uma hora.
Ferry Boat Pinheiro  (Foto: Manu Dias/GOVBA)Ferry Boat Pinheiro (Foto: Manu Dias/GOVBA)
Investimentos
Na terça-feira, o governador Jaques Wagner esteve no Terminal de São Joaquim, na capital baiana, onde lançou um edital de pré-qualificação, em caráter internacional, de empresas interessadas em fornecer embarcações para reforçar o sistema ferry boat. Segundo nota divulgada pela assessoria do Governo do Estado, serão dois ou três novos ferries, a depender das propostas que serão apresentadas pelas empresas.
Ainda de acordo com o governo, após o processo de pré-qualificação das empresas, será feito um procedimento licitatório entre as empresas pré-qualificadas. Serão avaliados aspectos como a capacidade da embarcação, o tempo da viagem, consumo de combustível e outras condições técnicas operacionais.
O governo informou ainda que prosseguem os trabalhos de recuperação dos ferries Agenor Gordilho e Juracy Magalhães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário