quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Temer recebe bênção de pastor condenado por estupro


O líder religioso pediu proteção ao presidente contra "macumbaria, feitiçaria, bruxaria e todo o mal"

BAHIA.BA
Foto: Lula Marques/PT
Foto: Lula Marques/PT

Acusado de estuprar fiéis sob a alegação de “plano de salvação”, o pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias (Adud), abençoou o presidente Michel Temer, na última quarta-feira (9).
De acordo com a Folha, o encontro entre os dois aconteceu durante a cerimônia de abertura do 16º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex).
Segundo vídeo publicado pela colunista Berenice Seara, do jornal “Extra”, o líder religioso pediu proteção ao peemedebista contra “macumbaria, feitiçaria, bruxaria e todo o mal”. Pede ainda que Deus visite “o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado, o sangue” do mandatário da República.
Em setembro de 2013, o pastor foi condenado pela 2ª Vara Criminal de São João do Meriti, na Baixada Fluminense, a 15 anos de prisão por estupro. Foi solto em dezembro 2014 após obter habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).
De acordo com a denúncia, ele promovia orgias e abusos sexuais como se salvasse as pessoas de espíritos do mal. As violações aconteceriam na sede da igreja, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e em uma residência da Adud, onde moravam cerca de 30 seguidoras da seita.
Uma das vítimas contou ter sido violentada pelo pastor dos 14 aos 22 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário