sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Produtor rural é preso suspeito de fraude em licitação de R$ 2 mi


O ex-prefeito da cidade, Claudevane Leite (PRB), e ex-secretários também são investigados na ação do MP-BA

BAHIA.BA
Um produtor rural foi preso por suspeita de fraude em uma licitação da prefeitura de Itabuna, no sul da Bahia, nesta quarta-feira (2). Segundo o Ministério Público do Estado (MP-BA), o crime ocorreu em 2016 e envolveu um contrato de mais de R$ 2 milhões – o ex-prefeito da cidade, Claudevane Leite (PRB), conhecido como Vane da Renascer, e ex-secretários também são investigados na ação.
Antônio Ferreira Neto foi preso enquanto era ouvido sobre o caso no MP. Ele foi encaminhado para um audiência de custódia, mas a Justiça manteve a decisão de prisão preventiva.
De acordo com a promotoria, uma empresa fictícia do produtor rural ganhou o contrato de compra de materiais de construção da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano – a empresa, segundo o órgão, foi aberta um dia antes do processo licitatório com a proposta de fraudar o processo.
Monteiro declarou que já prestou esclarecimentos sobre o caso ao Ministério Público e que as contratações administrativas e a fiscalização dos processos não eram de sua responsabilidade, mas sim do setor de licitações e compras da prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário