sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Povo faz vaquinha para construir base da PM em bairro de Salvador


Os empresários das Granjas Rurais Presidente Vargas já investiram R$ 80 mil no imóvel, mas o valor deve chegar a R$ 100 mil daqui a 15 dias, quando a obra estiver concluída

BAHIA.BA
Foto: Mauro Akin Nassor/Correio da Bahia
Foto: Mauro Akin Nassor/Correio da Bahia

Empresários decidiram construir uma unidade policial para garantir a presença fixa da PM no bairro das Granjas Rurais Presidente Vargas, entre a Estação Pirajá e a Brasilgás, nas proximidades da BR-324, de acordo com o jornal Correio. A medida foi adotada para minimizar a insegurança no local.
Até agora, os empresários já investiram R$ 80 mil no imóvel, mas o valor deve chegar a R$ 100 mil daqui a 15 dias, quando a obra estiver concluída.
Neste ano, foram registrados 12 homicídios e 78 crimes contra o patrimônio no bairro, segundo a 11ª Delegacia (Tancredo Neves), que cobre a área. Pouco mais de 40 empresas fazem parte da área industrial, em que inclui multinacionais, que geram cerca de 4 mil empregos.
Em nota à reportagem, a assessoria de comunicação da PM informou que a parceria com empresários implicou na criação da sede avançada do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), da 48ª CIPM, para oferecer mais segurança no local, bem como agilizar o atendimento de ocorrências na Estação Pirajá, Calabetão e Mata Escura.
O efetivo do Peto é composto por 20 policiais militares. A PM ressaltou ainda que as “parcerias são importantes para o envolvimento dos segmentos sociais para aprimoramento do serviço prestado pela corporação”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário