quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Em Mato Grosso, casos de roubo de carga quase dobraram no 1º semestre


BLOG DO CAMINHONEIRO

A cada 23 minutos um caminhão é roubado no Brasil. A informação é da Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga. Só nos seis primeiros meses deste ano, a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso registrou 96 ocorrências envolvendo furto ou roubo de cargas. Em todo o ano de 2016, foram 107 casos.
Os prejuízos, este ano, passam de R$ 20 milhões para as transportadoras associadas ao Sindicato das empresas de Transporte de Cargos no Estado de Mato Grosso. O presidente do Sindmat, Eleus Vieira, relata que os crimes estão se tornando rotineiros.
“Não há um dia que você receba uma ligação, um e-mail, um zap, informando sobre roubo de carga. Ou é combustível, ou é grãos, ou eletroeletrônico. nós tivemos uma transportadora muito grande aqui da região, que somente de janeiro até junho ela teve 85 ocorrências.”
Eleus destaca o roubo de grãos. Mato Grosso é um dos maiores produtores do país.
“Ele tem uma dificuldade de ser rastreado. Não tem como você ver lotes de grão que foi produzido. Você encontra essa dificuldade maior, porque os receptadores se beneficiam do roubo desse produto e. consequentemente, de uma compra barata desse produto.”
O presidente do Sindmat diz que a categoria pede que o roubo de cargas tenha o mesmo tratamento que é dado ao combate a crimes contra os bancos.
“Quem combate o crime de roubo de banco, caixa eletrônico, aqui, por exemplo? São os serviços especiais, o GOI, o Bope. Essa equipe de elite é o que nós pedimos, que essa mesma equipe também fizesse isso pra ajudar a combater o roubo de cargas no Moto Grosso.”
A Secretária de Segurança Pública de Mato Grosso informou que está promovendo a integração entre os órgãos de inteligência estadual e federal, para ações nas rodovias que cortam Mato Grosso. E que atualmente duas delegacias especializadas atuam na investigação e no combate ao roubo de cargas.
Fonte: Rádio Agência Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário