quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Deputado que tatuou ‘Temer’ passou a votação pedindo foto de bunda no ‘zap’


Por: Sulbahianews/Uinderlei Guimarães
03/08/2017 - 11:57

O discurso moralista, em defesa da família, pela ética e moralidade, destoa completamente do comportamento do deputado Wladimir Costa (SD-PA) durante a sessão da Câmara que resultou no arquivamento da denúncia de corrupção feita pela Procuradoria Geral da República contra Michel Temer.

Costa que gastou R$ 1,2 mil para colocar uma tatuagem com o nome de Temer no ombro, passou boa parte da sessão conversando pela aplicativo Whatsapp e foi flagrado pedindo para que as mulheres com quem conversava mostrassem a “bunda”

Nenhum comentário:

Postar um comentário