quinta-feira, 15 de junho de 2017

Santa Bárbara decreta situação de emergência, mas realiza São João milionário



Por Juliana Nobre
A escassez da chuva em quase metade dos municípios baianos tem comprometido os festejos juninos em alguns deles, mas o município de Santa Bárbara, no centro-norte baiano, desconsiderou a crise hídrica e vai realizar os festejos juninos com gastos de R$ 1.003,590. O município, com 21 mil habitantes, está entre os 221 que decretaram situação de emergência afetados pela estiagem, desde março deste ano.
O prefeito, Professor Jailson (PT), reservou R$ 340 mil para a contratação dos artistas, na festa que inicia nesta sexta-feira (16). Na lista estão Pablo (R$ 75 mil), Adelmário Coelho (R$ 66 mil), Alcymar Monteiro (R$ 54 mil), Saia Rodada (R$ 48 mil), entre outros. Os valores foram publicados no Diário Oficial do Município, nesta quarta-feira (14), todos por inexigibilidade de licitação.
Para a estrutura da festa, como locação de palco, banheiros químicos, gerador de energia, tenda piramidal, grades de contenção e locação de som, o prefeito vai gastar R$ 663.590,00.
O Ministério Público Estadual já está de olho nas prefeituras que vão realizar os festejos juninos e instaurar procedimentos para verificar gastos incongruentes este ano. Os procuradores levarão em conta a recessão econômica do país. A Procuradoria Geral da Justiça ressalta que o uso de recursos públicos na organização dos festejos juninos não pode ser feito em prejuízo do cumprimento de obrigações de maior relevância constitucional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário