quarta-feira, 14 de junho de 2017

Lei torna guerra de espadas patrimônio cultural de Senhor do Bonfim

O DEFENSOR
A prefeitura de Senhor do Bonfim, norte da Bahia, sancionou, na terça-feira (13), o projeto de lei que transforma a tradicional guerra de espadas, que ocorre durante o período junino, em patrimônio cultural e imaterial da cidade.
A proposta já havia sido aprovada, no final do mês passado, pela Câmara de Vereadores da cidade, por unanimidade. A medida, no entanto, divide opiniões na cidade, porque alguns moradores defendem o fim da prática por conta dos perigos de queimaduras nos participantes. No São João de 2016, ao menos 19 pessoas tiveram ferimentos no município.
Na noite desta quarta-feira (14), está programada uma festa organizada pela Associação dos Espadeiros para comemorar a sanção da lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário