terça-feira, 16 de maio de 2017

'The New York Times':

 Trump diz ter "direito absoluto" de compartilhar informações com russos

Jornal norte americano conta que presidente se defendeu via twitter


Matéria publicada nesta terça-feira (16) pelo jornal The New York Times conta que o presidente dos Estados Unidos defendeu sua decisão de compartilhar informações com a Rússia e disse que passou fatos em uma reunião pública na última semana, na Casa Branca.
O noticiário relata que na segunda-feira (15), duas autoridades dos Estados Unidos disseram que Trump revelou informações altamente secretas para o ministro de Relações Exteriores da Rússia sobre uma operação planejada do Estado Islâmico.
De acordo com a reportagem Donald Trump postou em sua conta no Twitter: "Como presidente eu quis compartilhar com a Rússia, o que eu tenho o direito absoluto de fazer, fatos relativos ao terrorismo e à segurança de voos. Razões humanitárias, e além disso eu quero que a Rússia aumente sua luta contra o Estado Islâmico e o terrorismo".
Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que os relatos de que informações secretas tenham sido enviadas são "falsos"
Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que os relatos de que informações secretas tenham sido enviadas são "falsos"
Times afirma que mesmo com esse posicionamento de Trump, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que os relatos de que informações secretas tenham sido enviadas são "falsos".
O diário acrescenta que as informações repassadas por Trump têm a ver com a ameaça terrorista relacionada ao uso de laptops em voos. No final de março, os EUA proibiram a presença de dispositivos eletrônicos - como tablets e laptops - em voos procedentes de vários países do Oriente Médio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário