quinta-feira, 18 de maio de 2017

“O Brasil está em uma encruzilhada e não sairá dela sem turbulência”, diz Sérgio Moro

O DEFENSOR
O juiz responsável pela Operação Lava Jato, Sérgio Moro, fez uma análise do momento atual pelo qual atravessa o Brasil ao escrever o prefácio do recém-lançado livro “Infraestrutura: eficiência e ética”, organizado pelo economista Affonso Celso Pastore. Nele, Moro diz que o Brasil vive um momento crucial.
“O Brasil encontra-se em uma encruzilhada. É possível avançar na implementação do Estado de Direito e no fortalecimento da democracia, o que exige o enfrentamento da corrupção sistêmica. Ou é possível retroceder ao status quo anterior, de desenfreada corrupção sem responsabilização. A passagem entre um modelo de privilégio para um modelo de responsabilidade não se faz sem turbulência”, disse.
Segundo Moro, o Brasil está mudando e prova disso é ver que poderosos estão sendo julgados por crimes de corrupção.
“No passado, raramente, mas com honrosas exceções, envolvidos em crimes de corrupção de grande magnitude respondiam, nas cortes de Justiça, pelos seus crimes. Nesse aspecto, o Brasil está rompendo com uma tradição de impunidade, talvez iniciada, em 2012, pelo julgamento pelo Supremo Tribunal Federal da ação penal 470, quando condenados empresários, parlamentares e ex-ministro do Poder Executivo por esquema de corrupção envolvendo cooptação de apoio político em troca de propinas”, falou.
“Certamente, isso não significa que a ação vigorosa da Justiça criminal é prescindível. Observado o devido processo legal, ela é condição necessária para superar a impunidade que atua como fator de estímulo à criminalidade dos poderosos”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário