quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Partido de Temer, PMDB diz que não vota aumento de imposto


Presidente recuou na proposta de mexer no Imposto de Renda, mas estuda outra medidas

BAHIA.BA
(Brasília, DF - 02/08/2017) Pronunciamento do Presidente Michel Temer. Foto: Beto Barata/PR
(Brasília, DF – 02/08/2017) Pronunciamento do Presidente Michel Temer. Foto: Beto Barata/PR

O presidente Michel Temer enfrentará resistência no seu próprio partido, o PMDB, caso decida aumentar impostos para enfrentar a crise fiscal, segundo o jornal Estado de São Paulo.
O líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi, informou ao presidente da legenda, senador Romero Jucá, que a bancada já se desgastou, ao rejeitar o pedido de abertura de processo contra Temer, e não quer se indispor ainda mais ao votar elevação de tributos.
Temer já recuou de mexer no Imposto de Renda, mas estuda outras medidas como taxar lucros e dividendos e o fim de isenção em aplicações financeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário