quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Estado é condenado a pagar R$ 5 milhões por danos coletivos


Decisão foi publicada nesta quarta-feira (10), pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia, após denúncias de funcionários do Hospital Geral Clériston Andrade

BAHIA.BA
Foto: Adenilson Nunes/ GOVBA
Foto: Adenilson Nunes/ GOVBA

O governo do Estado foi condenado a pagar R$ 5 milhões por danos morais coletivos a funcionários do Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, segundo publicação do Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT), nesta quinta-feira (10).
A ação foi movida pelo órgão, após denúncias de trabalhadores que afirmar atuar sob condições de risco na unidade de saúde. A sentença foi proferida pelo juiz Gilber Santos Lima, da 6ª Vara do Trabalho do município, e ainda cabe recurso.
Os denunciantes alegam que não eram submetidos a exames clínicos antes da contratação, que havia problemas com equipamentos de segurança e que não eram treinados sobre como manusear.
A defesa do Executivo estadual defende que o hospital havia promovido melhoria no ambiente de trabalho, o que, para o MPT, “não tira do governo do Estado o dever de indenizar a sociedade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário