terça-feira, 11 de julho de 2017

Rui diz que Rodrigo Maia não tem legitimidade para presidir o Brasil



Por Cíntia Kelly e Aparecido Silva | Fotos: Paulo M. Azevedo/BNews
O governador Rui Costa (PT) disse estar preocupado com as consequências do que tem acontecido no Congresso Nacional. Ao comentar a apresentação do relator da denúncia contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara pelo deputado Sérgio Zveiter, o petista baiano disse que o caso pode culminar na queda de Temer e ascensão de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara, ao poder máximo da República.
"Agora, eu me preocupo com a consequência do que esta acontecendo no Congresso. Nós vamos colocar presidente do Brasil alguém que teve 53 mil votos para deputado. Não se trata de pessoas, estou falando da legitimidade que as pessoas tem que ter para assumir cargos de presidente, governador, prefeito. Se uma pessoa dessa tivesse disputado eleição para deputado federal na Bahia, teria perdido. Acho que essa pessoa não tem legitimidade", afirmou o governador durante ato de inauguração do segundo viaduto das obras do metrô na Avenida Paralela na manhã desta terça-feira (11).
"Acho que essa pessoa não foi autorizada pelo povo brasileiro a conduzir os rumos do país. Então, nós precisamos acordar. O Brasil não vai sair dessa crise, se não dermos legitimidade a quem conduz o país. Tiraram uma presidente que teve 54 milhões de votos para colocarem agora alguém que teve 53 mil votos", comparou o chefe do Executivo baiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário