terça-feira, 11 de julho de 2017

Oposição vai ao STF contra troca-troca na CCJ para salvar Temer


Deputado Alessandro Molon afirma que mudanças da comissão “fere a separação dos Poderes”

BAHIA.BA
Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

Para tentar anular o troca-troca de membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a oposição ao presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara vai entrar, nesta terça (11), com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF). A informação é do jornal Folha de São Paulo.
As mudanças foram promovidas pelos partidos da base para barrar a denúncia contra o presidente por corrupção passiva. Pelos cálculos da oposição, antes das trocas, o governo perderia por 32 a 30. Agora, depois de todas as mudanças, os adversários do governo dizem que Temer consegue vencer por 38 a 28.
“Isso fere a separação dos Poderes porque é uma ação do Executivo. Você não pode escolher o juiz em função do réu. Não é o réu quem escolhe o juiz”, disse o deputado federal Alessandro Molon (Rede), em entrevista ao jornal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário