terça-feira, 18 de julho de 2017

Lídice e outros 47 senadores respondem a processos no STF


Todos os representantes titulares de seis estados brasileiros no Senado estão às voltas com procedimentos criminais em andamento

BAHIA.BA
Foto: Izis Moacyr/Bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/Bahia.ba

Senadora pela Bahia, Lídice da Mata (PSB), responde a um processo no Supremo Tribunal Federal (STF) após ter sido citada na delação da Odebrecht.
O inquérito 4396 sustenta que a parlamentar recebeu R$ 200 mil da empreiteira para sua campanha eleitoral em 2010. O valor, segundo um dos delatores, não foi declarado à Justiça eleitoral.
Apesar da acusação, a socialista não é a única. De acordo com o Congresso em Foco, outros 47 senadores respondem a processos na Corte.
Dentro do universo, todos os representantes titulares de seis estados brasileiros no Senado estão às voltas com procedimentos criminais em andamento no Supremo. Acre, Alagoas, Amazonas, Minas Gerais, Rondônia têm todos os três senadores em exercício respondendo a procedimentos criminais.
O fato só não ocorre em São Paulo porque um dos congressistas titulares (o ministro Aloysio Nunes, das Relações Exteriores), também com pendências no tribunal, está licenciado.
Ao todo, são pelo menos 48 os parlamentares da Câmara Alta com procedimentos abertos no STF, dos quais 34 estão sob investigação na Operação Lava Jato. Trata-se de um recorde, de acordo com o acompanhamento que o site faz desde março de 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário