quarta-feira, 19 de julho de 2017

Integrantes da PGR elogiaram soltura de Geddel, diz coluna


A equipe de Rodrigo Janot disse que a decisão do desembargador Ney Bello se tratou de um despacho tecnicamente correto

BAHIA.BA
Foto: Marcelo Camargo /Agencia Brasil
Foto: Marcelo Camargo /Agencia Brasil

O desembargador Ney Bello foi criticado pela opinião pública por ter autorizado o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) a cumprir prisão domiciliar. A medida, porém, agradou integrantes da Procuradoria-Geral da República, de acordo com a coluna Radar Online, da revista Veja.
Em mensagem ao magistrado, os procuradores elogiaram a decisão, sob argumento de se tratou de um despacho tecnicamente correto.
Isso significa que ao menos parte da equipe de Rodrigo Janot não aprovou o pedido de prisão feito pelos colegas da Procuradoria da República do Distrito Federal, braço da instituição que atua na primeira instância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário