sábado, 15 de julho de 2017

Geddel deve ficar sem tornozeleira até agosto



Por Redação BNews
Apesar de ser beneficiado com a prisão domiciliar mesmo sem monitoramento por tornozeleira eletrônica, o ex-ministro Geddel Vieira Lima deve ficar sem o equipamento até o mês de agosto. O desembargador Ney Bello, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região, no DF autorizou a soltura de Geddel, desde que o equipamento fosse colocado pela Polícia Federal em até 48 horas, mas a Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (Seap) informou que ainda não possui tornozeleiras eletrônicas.
A pasta abriu duas licitações para aquisição do serviço de monitoramento e espera receber o primeiro lote, de 300 equipamentos, no mês de agosto. O Ministério da Justiça informou que a aquisição de tornozeleiras eletrônicas é de obrigação dos Estados. O ministério, por meio do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), disponibiliza recursos aos Estados para a compra dos equipamentos. Em nota, a secretaria baiana informou que as 300 t tornozeleiras estão sendo adquiridas com recursos federais. Outros 3.200 equipamentos estão sendo comprados numa segunda licitação, dessa vez com recursos do Estado. Os valores não foram informados.
O desembargador Ney Bello ainda não se manifestou sobre a ausência de tornozeleiras e o descumprimento da decisão judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário