quarta-feira, 12 de julho de 2017

Aleluia dá fim a mistério e não admite denúncia contra Temer


O democrata havia virado a grande incógnita entre os três baianos que integram a CCJ, que aprecia o acolhimento ou não da denúncia de corrupção contra o presidente

BAHIA.BA
Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) decidiu, passada a fase de indecisão, votar pela não admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, na tarde desta quarta-feira (12).
O parlamentar baiano afirmou que não há provas suficientes para afastar o peemedebista. “O que estamos impedindo é que se afaste um presidente da República sem materialidade, simplesmente por força de uma narrativa forte, como disse o relator”, falou o democrata.
Aleluia (DEM) havia virado a grande incógnita entre os três baianos que integram o colegiado, que aprecia o acolhimento ou não da denúncia de corrupção contra o presidente.
“Esta casa legislativa não pode permitir esta perigosa arbitrariedade que a Constituição pretendeu evitar”, continuou.
Para finalizar o pronunciamento, o aliado de Temer deixou de lado tecnicidades e justificou o voto com a arte. Em paráfrase ao escritor Albert Camus, arrematou: “Se o homem falha em conciliar justiça e liberdade, ele falha em tudo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário