segunda-feira, 10 de julho de 2017

Alckmin defende que PSDB deixe governo Temer após reformas


Tucanos devem se reunir, nesta segunda-feira (10), para discutir o assunto no apartamento de FHC

BAHIA.BA
Foto: Marcelo Camargo/Abr.
Foto: Marcelo Camargo/Abr

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu, neste domingo (9), que o seu partido deixe de participar do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB), após a aprovação das reformas trabalhista e da Previdência.
“Hoje o que nós devemos fazer? Aguardar o término das reformas. Depois disso, eu vejo que não há nenhuma razão para o PSDB participar do governo”, disse, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.
Nesta segunda-feira (10), deve ocorrer uma reunião dos tucanos no apartamento do ex-presidente Fernando Henrique para discutir o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário