sábado, 10 de junho de 2017

PGR mantém áudio inédito que incrimina Temer, afirma revista


O material seria parte do conteúdo gravado pelo empresário Joesley Batista, sócio da JBS, que firmou acordo de delação premiada com o órgão

BAHIA.BA
A Procuradoria-Geral da República (PGR) guarda em segredo uma gravação entregue ao órgão por Joesley batista, sócio da JBS, capaz de incriminar o presidente Michel Temer (PMDB). A informação foi divulgada na noite desta sexta-feira (9) pela da revista Época.
Segundo a publicação, os investigadores ainda definem o momento certo para levar o material à tona, o que pode complicar ainda mais a situação do peemedebista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário