terça-feira, 20 de junho de 2017

Parada LGBT é “cultura”?



Caros amigos
Parada LGBT, em qualquer lugar do mundo, não é cultura! É oportunidade para afrontar, como faz o cidadão da foto acima, quem tem o direito de não estar enquadrado em nenhum dos quatro tipos.
É ocasião para atentar contra o pudor e para tentar impor à maioria os “costumes” e os “valores” de uma minoria espalhafatosa que gosta de vitrine, como esse embandeirado sem qualificação!
Há relatos e registros de coisas piores!
Essas pessoas não querem apenas aparecer ou mostrar a sua “alegria” e as suas paixões em um desfile de fantasias. Elas se valem da oportunidade para afrontar os bons costumes e aqueles que não pensam ou sentem as mesmas coisas que elas.
É, também, uma vergonha e uma afronta o fato de que, no Brasil, os nossos impostos são usados para subsidiar esse tipo de manifestação!
Pouco me importa o prazer ou as afeições sexuais de quem quer que seja, o que não posso aceitar é essa (da foto) ou qualquer outra demonstração do tipo em via pública.
Que andem nus dentro de suas casas ou em áreas privadas e coloquem o que bem entenderem nas suas nádegas ou onde mais quiserem, mas nunca, jamais, em via pública, onde o que se faz não pode ser agressivo aos costumes da maioria, sejam os autores, as demonstrações ou os atos homo ou heterossexuais!!
É como penso e porque me revolto!
Gen Bda Paulo Chagas

Nenhum comentário:

Postar um comentário