sexta-feira, 16 de junho de 2017

Pai da reunificação alemã, ex-chanceler Helmut Kohl morre aos 87 anos


"Estamos de luto", afirmou a União Democrata-Cristã (CDU), partido do ex-premiê e da atual, Angela Merkel, no Twitter

BAHIA.BA
Foto: UDC
Foto: UDC

Considerado o pai da reunificação da Alemanha, o ex-chanceler Helmut Kohl morreu nesta sexta-feira (16), informou o jornal Bild.
Premiê com mandato mais longo da história do país do pós-guerra (1982-1998), ele tinha 87 anos e vivia em Ludwigshafen, no sudoeste alemão. Embora integrante do partido conservador, também foi o principal defensor da implantação do Euro, ao convencer os céticos da sua população a abandonar o marco.
Com estado de saúde frágil, o político estava em uma cadeira de rodas desde que sofreu uma grave queda, em 2008. “Estamos de luto”, afirmou a União Democrata-Cristã (CDU), legenda de Kohl e da atual chanceler, Angela Merkel, no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário