sexta-feira, 9 de junho de 2017

MP pede impedimento do ministro Admar Gonzaga e clima fica tenso no TSE



Por Redação BNews
O julgamento da chapa Dilma-Temer foi retomado na tarde desta sexta-feira (9). Por volta das 15h30, o vice-procurador-geral eleitoral Nicolao Dino pediu o impedimento do ministro Admar Gonzaga, por ter sido advogado da ex-presidente Dilma Rousseff. O clima ficou tenso no tribunal.
O ministro Luiz Fux disse que não havia contaminação por impedimento, pois a discussão eria estritamente jurídica à luz do voto do relator. O ministro Gilmar Mendes disse que pensou que o vice-procurador iria pedir a inelegibilidade do ex-presidente Lula, pelo mesmo raciocínio.
A questão de ordem foi colocada em votação, mas os ministros Fux, Napoleão Nunes, Tarcísio Vieira, Rosa Weber e Mendes votaram não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário