sábado, 10 de junho de 2017

Marcedo Odebrecht condena tática de dono da JBS para se livrar da cadeia


“Prefiro ter mais tempo de prisão do que ser obrigado a gravar alguém”, teria dito o ex-presidente da construtora baiana

BAHIA.BA
Foto: Reprodução / Globo
Foto: Reprodução / Globo

O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, condenou a tática usada pelo dono da JBS, Joesley Batista, para se livrar da prisão. A informação é da coluna Radar On-Line da revista Veja.
De acordo com a publicação, o empreiteiro afirmou a pessoas que o visitaram na cadeia que “preferia ter mais tempo de prisão do que ser obrigado a gravar alguém”.
Joesley Batista gravou o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB) para firmar um acordo de colaboração premiada e não ser preso. Já Marcelo Odebrecht foi condenado a mais de 19 anos pela Lava-Jato, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.
O empreiteiro cumpre pena em Curitiba, de onde deve sair no final do ano para a prisão domiciliar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário