quarta-feira, 21 de junho de 2017

Funaro apresenta registros de ligações de Geddel


Corretor preso pela Lava Jato diz que ex-ministro queria "sondar" a sua disposição em fechar um acordo de delação

BAHIA.BA
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Preso pela Operação Lava Jato, o corretor de valores Lúcio Funaro entregou à Polícia Federal registros de ligações feitas para sua mulher, Raquel, por meio do aplicativo Whatsapp, pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, segundo a Folha.
O objetivo de Funaro foi comprovar o que havia relatado à Polícia Federal em inquérito que investiga o presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures.
O corretor disse que Geddel havia telefonado para sua mulher diversas vezes para “sondar” a possibilidade de Funaro fechar acordo de delação premiada.
Os registros das chamadas telefônicas do celular de Raquel mostram 12 ligações de “Carainho” – apelido dado ao ex-ministro na agenda telefônica – em oito dias diferentes, depois da divulgação da delação da JBS pela imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário