quinta-feira, 15 de junho de 2017

Ex-PGR pede impeachment de Gilmar Mendes por atuação política


Os autores acusam Gilmar de crime de responsabilidade e apontam como prova o diálogo gravado pela PF entre ele e Aécio Neves

BAHIA.BA
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O ex-procurador-geral da República Claudio Fontelles protocolou, junto a um grupo de juristas, nesta quarta-feira (14), um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, que integra o Supremo Tribunal Federal (STF) e preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Segundo a Folha de S. Paulo, os autores acusam o magistrado de ter cometido crime de responsabilidade e apontam como prova o diálogo gravado pela Polícia Federal de Gilmar com o senador afastado Aécio Neves (PSDB). Para Fontelles, a conversa é uma prova “concreta e objetiva” de que o ministro “caracterizadamente desenvolve política partidária”.
Ainda de acordo com a publicação, os autores devem fazer ainda outras duas representações contra Gilmar: uma na PGR (Procuradoria-Geral da República) e outra no STF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário