terça-feira, 13 de junho de 2017

Dia de Santo Antônio tem festas profana e católica em Salvador


A Arquidiocese da capital baiana divulgou sua programação, que inclui solenidades em bairros como Santo Antônio Além do Carmo, Fazenda Coutos e Barra

BAHIA.BA
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A celebração pelo dia de Santo Antônio, comemorado nesta terça-feira (13), tem programações religiosa e profana em Salvador. Da parte estritamente católica, a Arquidiocese da capital baiana divulgou suas atividades:
Na paróquia Santo Antônio Além do Carmo, o dia começou com alvorada às 6h e missas às 7h, 9h30, 11h (com oração por cura e libertação) e às 16h. A partir das 17h30, os devotos sairão em procissão pelas principais ruas dos bairros do Santo Antônio e Barbalho, com posterior retorno à matriz. O bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Estevam dos Santos Silva Filho, presidirá a missa campal, às 19h, para encerrar os festejos. O tema escolhido para este ano é “Santo Antônio: missão e misericórdia”. Do lado de fora da igreja, no Largo de Santo Antônio, há uma festa profana, com barracas de comidas típicas, parquinho e shows.
Em Fazenda Coutos, a alvorada estava marcada para as 5h30; Ofício de Nossa Senhora às 6h; missas às 6h30 e às 10h. A partir das 18h, acontecerá uma procissão, que sairá da entrada do bairro e seguirá até a matriz. A missa solene, que terá início às 19h, será presidida pelo bispo auxiliar Dom Gilson Andrade da Silva.
Na igreja de Santo Antônio da Barra (Ladeira da Barra), os fiéis têm como tema “Com Santo Antônio e Maria encontramos Jesus”. A comunidade tinha alvorada programada para as 6h30 e participará de missas às 8h, 10h, 12h, 14h30, 16h e 18h.
No Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres (Irmã Dulce), haverá duas celebrações, às 9h e às 17h, dedicadas ao santo querido de Irmã Dulce, conhecido como “protetor dos pobres e oprimidos”. Como é tradição, as missas incluem sempre um gesto concreto, com a oferta de gêneros alimentícios e produtos de higiene pessoal que serão doados a famílias carentes e também ao público assistido pela instituição fundada pelo “Anjo Bom da Bahia”. O tema deste ano é “Com Santo Antônio, contemplamos Maria como modelo de fé e seguimento do Cristo”

Nenhum comentário:

Postar um comentário