quarta-feira, 21 de junho de 2017

Cemitério escondido, desova na represa e calote em globais: 5 coisas estranhas que já aconteceram em Teixeira


21/06/2017 - 07:33
01 – Na primeira eleição para prefeito, o Exército teve que ser convocado para controlar os ânimos exaltados dos eleitores e partidários.
02 – No Fundo do Clube Jacarandá havia uma represa que foi implodida em 1991, porque havia suspeitas de ser lugar de desova de corpos. Reza a lenda que diversos restos mortais foram encontrados no lugar.
03 – Em 1990, Adriana Esteves, Marcos Rica e Fábio Assunção vieram a cidade fazer presença vip em uma festa, levaram o calote, ficaram sem dinheiro e voltaram para o Rio de Janeiro de carona em um táxi aéreo.
04 – Na década de 1960, moradores tiveram que ceder parte de suas terras para a passagem da BR- 101. Isael de Freitas Correia  cedeu do Ipiranga até a ponte sobre o Rio Itanhém, sem ganhar um centavo.
05 –  O primeiro cemitério da cidade de Teixeira de Freitas ficava na Avenida Afonso Pena, com a expansão do povoado, foi soterrado e  loteado. Hoje, boa parte do  centro está sobre os ossos dos moradores pioneiros.
Fonte: Site Tira Banha 

Nenhum comentário:

Postar um comentário