segunda-feira, 19 de junho de 2017

Carmen Lúcia critica situação do sistema prisional: ‘Desoladora’


"Não são condições de degradação, são de não humanidade. Não se aboletam nem bichos do jeito que tenho visto por onde eu tenho passado", afirmou a presidente do STF

BAHIA.BA
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, criticou o sistema penitenciário brasileiro, em discurso realizado nesta segunda-feira (19), no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, durante a conferência Brasil para a Paz. A ministra afirmou, na ocasião, que a situação nas cadeias é “desoladora” e que “todo ser humano é maior do que o seu erro”.
“A responsabilidade pelo preso é nossa [do Judiciário]. Isso tem tudo a ver conosco. Temos que saber quem está preso, por que está preso, por quanto tempo está preso e em que condições está preso. Isso é um problema do Poder Judiciário, que por muito tempo que não assumiu plenamente que ele precisa, tem de verificar essa situação”, disse Carmen Lúcia.
Ela defendeu, ainda, que tem se deparado com situações desumanas nas prisões. “Não são condições de degradação, são de não humanidade. Não se aboletam nem bichos do jeito que tenho visto por onde eu tenho passado”, falou, afirmando também que os presidiários não perdem os direitos humanos durante o cumprimento de suas penas”, cravou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário