sexta-feira, 9 de junho de 2017

Alunos se fantasiam de Ku Klux Klan em evento no Colégio Anchieta



Por Redação BNews | Fotos: Reprodução
 
Alunos do Colégio Anchieta, localizado no bairro da Pituba, em Salvador, ficaram chocados com um evento ocorrido na instituição de ensino, na última quarta-feira (8). 
 
Na unidade particular de ensino, acontece anualmente o “Dia do Mico”, onde alunos do terceiro ano escolhem o tema e vão a caráter.
 
Para esta edição, a temática escolhida foi “Tribos Urbanas”, e dois alunos foram vestidos com a fantasia de Ku Klux Klan (KKK) foi uma organização racista secreta que nasceu no final do século 19 nos Estados Unidos que por meio de atos violentos intimidava negros libertados. Seus militantes adotaram capuzes brancos e roupões fantasmagóricos para esconder a identidade e assustar as vítimas. 
 
Em uma rede social, uma aluna criticou a postura dos colegas. “Foi horrível ver no intervalo três meninos vestidos de kkk, foi uma sensação enorme de angústia e tristeza, vocês não fazem ideia”, escreveu.
 
Ela relata ainda que chegou a procurar a coordenadora, que minimizou o fato. Decepcionada com o comportamento dos colegas e da educadora, ela e algumas amigas procuraram o diretor da escola, que prometeu “tomar alguma atitude”.
 
 
Recentemente, no Rio Grande do Sul, fantasias usadas em um recreio temático por alunos da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH) despertaram críticas nas redes sociais.
 
Em fotos e vídeo compartilhados pela instituição, os estudantes aparecem vestindo roupas que representam profissões que eles escolheriam caso não fossem aprovados no vestibular, por isso o apelido do evento, Se Nada Der Certo.
 
Os alunos vestiram-se de atendentes de lojas e supermercados, empregadas domésticas, pizzaiolos, churrasqueiros e motoboys. O fato gerou uma repercussão negativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário