quarta-feira, 17 de maio de 2017

MP contabiliza mais de 20 reuniões entre Lula e Petrobras


No material anexo ao processo, estão cópias eletrônicas de registros de, pelo menos, 27 encontros e viagens entre o ex-presidente e a estatal

João Brandão/  BAHIA.BA
Foto: Reprodução / Veja
Foto: Reprodução / Veja

Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato apresentaram documentos que mostram mais de 20 reuniões e viagens do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com diretores da Petrobras.
Entre o material anexado pelo Ministério Público Federal (MPF), estão cópias eletrônicas de registros de, pelo menos, 27 encontros e viagens entre Lula e diretores da estatal, como Paulo Roberto Costa, Jorge Zelada e Renato Duque. As reuniões ocorreram entre os anos de 2003 e 2010. Lula é acusado pelo MPF de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
De acordo com o MPF, o petista recebeu R$ 3,7 milhões em propina, de forma dissimulada, da empreiteira OAS. Em troca, a empresa seria beneficiada em contratos com a Petrobras.
Em nota, a defesa do ex-presidente informou que “esses papéis não provam nada contra Lula”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário