terça-feira, 16 de maio de 2017

Deputado entra com representação contra Temer por nomear babá


Para Robinson Almeida, presidente comentou crime de responsabilidade e crime comum ao nomear babá para assessora do Gaia

BAHIA.BA
Foto: Lucio Bernardo Jr. /Câmara dos Deputados
Foto: Lucio Bernardo Jr. /Câmara dos Deputados

O deputado federal Robinson Almeida (PT) protocolou na Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta terça-feira (16), representação contra o presidente Michel Temer (PMDB) por supostamente cometer crime de responsabilidade e crime comum, devido à nomeação de funcionária para exercício de função incompatível com o cargo.
De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, uma babá de Michelzinho, Leandra Brito, tem um cargo de assessora do Gabinete de Informação em Apoio à Decisão (Gaia), órgão responsável por apresentador dados ao presidente. “Pense num absurdo, esse Governo vai além: é inadmissível que o povo brasileiro tenha que pagar pelos cuidados pessoais do filho do presidente”, condenou o petista.
“No caso concreto está presente o elemento subjetivo do delito, que ocorre com o desvio da função pública e, consequentemente, dos recursos públicos, tendo como finalidade especial remunerar interesses privados com recursos da sociedade brasileira”, diz trecho da representação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário