domingo, 14 de maio de 2017

Delação de Eike envolverá Lula e Cabral em esquema na Sete Brasil, diz site



Por Redação BNews | Fotos: Ueslei Marcelino/Reuters
O empresário Eike Batista revelará, em delação premiada, que Fernando Baiano o procurou como intermediário do PT e de Lula para oferecer facilidades na Sete Brasil, disse o site O Antagonista, com base em informações do colunista Lauro Jardim. O criador do grupo X também teria a intenção de mostrar que Eike pagou propinas a Sérgio Cabral para liberações de seus projetos nos órgãos ambientais.
 
Ainda de acordo com a publicação, Eike pagou propina a Eduardo Cunha e Lúcio Funaro para que o FI-FGTS investisse R$ 750 milhões na LLX, atual Prumo. Congressistas também teriam recebido propina para que a lei que legaliza os cassinos seja aprovada. 
 
Por fim, o site traz que Paulo Mendonça e Marcelo Torres, seus ex-executivos, comandaram um esquema de manipulação na bolsa com ações de empresas do grupo X.

Nenhum comentário:

Postar um comentário