domingo, 14 de maio de 2017

A reação do canalha


Depois de delatar verdades ou mentiras, Mônica Moura - que foi ironizada por toda a imprensa quando apareceu mascando chiclete, com todas as características de cínica e debochada - e João Santana - com cara de marido conquistador não pela conversa, mas pelas cifras bancárias - espalharam que nunca receberam nenhuma solidariedade de Dilma Rousseff em momentos de suas angústias.
Quais angústias? Que amizade eles tinham?
Eles eram profissionais, responsáveis ou co-responsáveis pela crise pela qual hoje passa o Brasil.
Se Dilma mentiu na campanha, mentia sobre aquilo que eles faziam ela mentir. Dilma é o agente direto. Todos os políticos, quando mentem, são os agentes diretos para enganar o povo.
Esses tipos de cínicos, que mascam chiclete e têm cara de anjo do pau oco, conquistadores com talão de cheque, são sim os verdadeiros responsáveis pelo fim da vida pública verdadeira no Brasil.
Eles são os responsáveis pelos dois "LL", pelo verde-amarelo, pelo Jânio Quadros... Eles é que pintaram na TV de maior audiência do Brasil a destruição da família de Lula, para que seus pagadores ganhassem as eleições.
Podem ser os responsáveis pela eleição da Dilma, mas como afirmava um ex-ministro de estado, velha raposa política, Lula poderia eleger até um poste.
Imaginem que hoje, com toda esta campanha contra Lula, ele só perde nas campanhas de intenção de voto para Marina Silva, e assim mesmo por três pontos. Dizer que perde também para o juiz federal Sérgio Moro não é novidade. Moro representa hoje o sustentáculo maior da justiça brasileira.
Não se sabe se, com essa crise na qual um ministro do Supremo Tribunal Federal enxovalha o judiciário, o povo ainda possa acreditar na Justiça. Se esse lamaçal não parar aí, e ainda houver delações atingindo o judiciário, como publica a coluna Painel, da Folha de S. Paulo deste domingo (14), citando o STJ e o TCU, não se sabe o que pode acontecer.
A frase que esses dois vêm afirmando, com características próprias do cinismo e do olhar ingênuo de pivete arrependido, que Dilma não os procurou, será verdade ou será só rancor?
Só conhece os detalhes quem monta os detalhes. O interlocutor da montagem dos detalhes não conhece tanto eles como essa senhora os detalha. E a insistência no detalhe é para colocar ele em dúvida. Não em dúvida o detalhe, mas quem é seu autor.
Só faltava ao Brasil que esses tipos de marginais nos levassem à destruição, como estão nos levando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário